Torna-se necessário alterar, modificar e melhorar a sociedade. É preciso renovar opiniões e ideias. Pois vivemos em constante mudança. É preciso que haja A Revolta das Ideias. Ah e não se esqueçam que os vossos comentários são muito importantes
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007
Prison Break: Apenas e só viciante



Sou um completo viciado em Prison Break Aliás, as séries americanas são das poucas coisas de que gosto vindo dos EUA.


Porquê só agora?! Pois bem encontro-me neste momento a acabar de ver a 2ª temporada desta saga.


Poderia aqui definir Prison Break, mas não tempo nem pachorra para exlicar o argumento completo desta série. Mas adianto que se baseia na fuga da prisão de dois irmãos mais uns quantos compinchas reclusos.


São bastantes as coisas que me fascinam nesta séria. Desde o emaranhado de acontecimentos bem conseguido, até às diversas personagens multifacetadas, passando inevitavelmente pelo suspense cortante.


Evidentemente que é uma história ficcionada, mas expõe e explora "diversos podres" que as sociedades ocidentais e ditas desenvolvidas mais evidenciam. Desde o tráfico de inflências político até ao ambiente e condições prisionais.


Se me pedissem para escolher apenas um aspecto que mais me marcou em Prison Break, teria sido a arquitectura da fuga, feita por Michael Scofield.


É uma série que catalogo como excelente.


Portanto vejam-na e expressem a vossa opinião.


publicado por rui_amaral às 14:06
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Quarta-feira, 30 de Maio de 2007
Vitor Baía: o coleccionador de troféus



Vítor Manuel Martins Baía, ou simplesmente, Vítor Baía. É inegável a capacidade e o sucesso que este guarda-redes teve. Começou a defender as redes do Académico de Leça até aos 14 anos, altura em que assina um contrato com o Futebol Clube do Porto. Estreia-se aos 19 anos na equipa sénior do Porto. A partir daqui só melhora. Ganha a titularidade no Porto e mantém-se até 1996, pois assina contrato com o Barcelona. Regressa novamente ao Porto em 1999 para gáudio de todos os portistas.
Um dos mais importantes e influentes jogadores do Porto e Selecção Nacional na década de 90 e início do séc XXI. Muito importante no pentacampeonato portista, importante no Euro 2000 e nos anos de Mourinho.
É o jogador com mais títulos no Mundo. Títulos nacionais e internacionais.
Se não o melhor a nível nacional, um dos melhores de todos os tempos.
A nível internacional também não será esquecido.
Todos os amantes do futebol e os postistas em particular têm bastante respeito e admiração por Vítor Baía.
A terminar a sua carreira só podemos estar felizes por tudo o que ele fez, como jogador e ainda continua a fazer como homem.


publicado por rui_amaral às 13:13
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 28 de Maio de 2007
Gotan Project - Diferente

Uma música intensa e bem ritmada.
No mínimo diferente.



publicado por rui_amaral às 19:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sábado, 26 de Maio de 2007
Pequenas Memórias


É um pequeno grande livro sobre a infância e parte da adolescência do nosso Prémio Nobel, José Saramago.

Desde da distante a Azinhaga no Ribatejo até à grande cidade Lisboa.


Nele podemos encontrar e comprovar as raízes humildes da família Saramago, que acabamos por saber que advém de uma alcunha, na planicie ribatejana.


Depois a mudança para Lisboa e as constantes mudanças de casa na capital.
Os excelentes resultados escolares e as algumas dificuldades financeiras passadas pela sua família.


É um bom livro para se conhecer melhor José Saramago e até para aprender a ler os seus romances, pois na minha opinião, a sua escrita, neste, apresenta-se mais objectiva que noutros, facilitando mais a percepção e criando, assim, mais facilmente a imagem imaginária do que ele está a transmitir.


publicado por rui_amaral às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 25 de Maio de 2007
Balla - Outro Futuro Top+, RTP

Adora esta música.
Adoro este albúm.
Adoro este grupo.
Mto bom mesmo.



publicado por rui_amaral às 21:29
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Maio de 2007
José Saramago: O mago da literatura





















Para mim ser contemporâneo deste senhor é um grande motivo de orgulho e de honra. E não estou a exagerar. Ele é escritor, filósofo, comentador político e teve como primeira profissão a de serralheiro mecânico.
Vindo de famílias humildes, da Azinhaga, no Ribatejo, José Saramago passou já na adolescência a viver em Lisboa, por lá ficou. Concluiu os estudos, começou a trabalhar em serralharia e foi-se integrando na classe literária através de diversos jornais.
Actualmente vive em Lanzarote, nas Canárias, depois dum incidente com um Minsitro da Cultura.
É autor de cerca de 45 obras literárias, desde o romance, à poesia e ao teatro. Atingiu o seu apogeu quando em 1998 foi distinguido com Prémio Nobel da Literatura.
Já tive a oportunidade de ler 4 livros dele e em breve falarei sobre eles.
Não o conheço pessoalmente, mas penso que em breve terei essa oportunidade.
Pelo que já fez é e será uma das grandes individualidades mundiais do séc. XX e início do séc. XXI.
É dono e senhor de uma escrita invulgar, que alguns a consideram muito cansativa e com bastante ausência de pontuação. Mas na realidade apresenta uma maneira diferente de fluência, mas que com o hábito qualquer leitor adapta-se com facilidade ao seu ritmo.
Espero que continue a publicar enquanto puder, pois a literatura nacional precisa dele.
Quem ainda não teve oportunidade de ler alguma obra, que o faça, impreterivelmente.
Bem haja, José Saramago.


publicado por rui_amaral às 21:25
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Ridendo castigat mores

Basicamente é: a rir se corrigem os costumes.
Para mim este lema é um dos que devia ser imperativo em todas as sociedades. Pois é um sinal de desenvolvimento qualitativo nos valores de uma sociedade, o facto de se poder ridicularizar e comediar alguns temas e situações que acontecem nessa mesma sociedade. Desta maneira considero um verdadeiro serviço público quem se dedica a esta prática, nomeadamente artistas, actores, humoristas, comediantes, encenadores, dramaturgos, etc.
A nível nacional temos vários casos, na actualidade, de crítica social. O caso mais evidente e um dos que mais adeptos tem, é sem dúvida, o Contra Informação. Satirizando, com mais insistência os acontecimentos políticos e desportivos, este formato através dos seus bonecos consegue levar ao telespectador um sentimento diverso daquele que ele apreende nos telejornais.
Esta célebre frase (ridendo castigat mores) foi celebrizado pelo encenador e dramaturgo francês mundialmente conhecido, Molière. É considerado um dos grandes mestres da comédia satírica.
Também nós temos o nosso famosíssimo dramaturgo, que é Gil Vicente, autor de um sem número de obras, como o muito conhecido Auto da Barca do Inferno.
Espero, assim, que esta forma de desenvolvimento aumente o seu poder de influência em Portugal.
Só traria benefícios a todos.


publicado por rui_amaral às 19:31
link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Maio de 2007
Vanessa Fernandes: o desporto em pessoa
Vanessa Fernandes é um autêntico fenómeno desportivo. Ela nada, corre, anda de bicicleta e vence. Esta podia ser uma forma simplista de caracterizar o desporto que Vanessa pratica. E fá-lo de forma tão segura que vencer para si é uma consequência natural e já bastante habitual.
Os títulos somam-se uns atrás dos outros a cada prova em que participa. Até à data os seus resultados só em 2007 foram:
- Campeã do Mundo de Duatlo Elite Feminina - Gyor (HUN);
- Vencedora da Taça do Mundo de Triatlo de Lisboa (POR);
- Vencedora da Taça do Mundo de Triatlo de Ishigaki (JPN);
- 3º Lugar na Taça do Mundo de Triatlo de Mooloolaba (AUS);
- 4º Lugar no Campeonato Nacional de Corta Mato Longo - Campo Maior (POR);
- 1ª Classificada no Duatlo de Grândola (POR);
- 1ª Classificada no Duatlo das Lezírias - Vila Franca de Xira (POR);
- 1ª Classificada no Duatlo do Jamor - Oeiras (POR);
Esperamos, nós, todos os portugueses, que Vanessa Fernandes continue a honrar e a orgulhar Portugal por esse mundo fora, porque apesar de ser uma excelente desportista, já mostrou também ser uma excelente pessoa.
Mais informação em http://www.vanessafernandes.net


publicado por rui_amaral às 11:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 17 de Maio de 2007
PFtv


Cá está um grande projecto. Ainda por cima tem bastantes pernas para andar, ora vejamos, Gato Fedorento, Nuno Markl, Herman José, se calhar é melhor ficar por aqui, pois já são algumas.

Promete ser um canal onde se podemos assistir a sketches originais e alguns clássicos dos diversos autores. Conta com a presença dos mais catalogados humoristas actuais e o apoio de grandes nomes da comédia portuguesa, como Raúl Solnado.

Podia estar aqui a tarde a nomear os melhores videos que lá tem, mas façam-no vocês ao vosso gosto e bel-prazer. Naveguem em http://pftv.sapo.pt/

Bem, já está nos meus favoritos, façam o mesmo que não se arrependem.



publicado por rui_amaral às 16:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Há vida em Markl
O Há vida em Markl é um, digamos, projecto da autoria de Nuno Markl, conhecido humorista da nossa praça. É um dos humoristas que mais acompanho e que mais aprecio, quer através do blog, quer através do seu trabalho nas manhãs da Antena 3, assinando rubricas como: “Há vida em Markl”, “Livro dos Porquês” e “Laboratolarilolela”. Podem encontrá-lo também a fazer a publicidade da Delta.
O blog mudou de servidor, passando agora para os blogs do sapo, numa altura em que é criada a PFtv. Ainda bem que assim acontece porque no modo anterior, onde era servido pelo Servage, aquilo apresentava constantemente problemas, quer a nível de acesso, quer na qualidade das postagens vídeo e áudio.
O efeito visual, apesar da mudança, será o mesmo pois o trabalho realizado por Patrícia Furtado como o próprio Markl acabou por dizer estava, e eu também concordo, bastante bom.
Neste momento podem começar já a acompanhar os webisódios criados por ele.
Aconselho vivamente que passem por lá a cada passo.
Pois bem agora se quiserem acompanhar este blog façam favor:http://havidaemmarkl.blogs.sapo.pt


publicado por rui_amaral às 12:54
link do post | comentar | favorito

Madeleine: Ainda é possível
Como ainda não o tinha feito, fica agora aqui também a minha pequena contribuição para a descoberta da pequena inglesa Madeleine, desaparecida em Lagos.

Pois bem, desde o seu desaparecimento que as investigações levadas a cabo por portugueses e ingleses estão a ter nos últimos tempos alguns desenvolvimentos deveras importantes, o que provoca em todos um acalento na esperança de encontrar a pequena sã e salva.

Só nos resta agora esperar pelos desenvolvimentos nas investigações e contribuir com informações que possamos ter ou encontrar.

De lembrar ainda que apesar de neste caso os pais terem facilitado um pouco, não podem ser para eles atribuídas as culpas no seu desaparecimento. Pois quem teve que entrar numa casa alheia e raptar a pequena Maddy foi o presumível raptor. Este sim é que cometeu um crime e não os pais.

Espero também que, ao contrário de outros casos idênticos, este caso não caia no esquecimento prematuramente, pois quanto mais a opinião pública tiver alertada para esta situação, aumenta a probabilidade de sucesso.

Continuemos com esperança, pois ainda é possível.



publicado por rui_amaral às 12:33
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 15 de Maio de 2007
Miguel Sousa Tavares: e um bocado de lucidez, não?


Numa 3ª feira atrás, num Jornal Nacional (TVI), como sempre o comentador de serviço é Miguel Sousa Tavares, e este quando questionado sobre a nova lei anti-tabaco, este jornalista e opinion-maker, insurgiu-se de tal maneira com ela, e com a Lurdes Baeta também, que pensei que estava a cair o Carmo e a Trindade em pleno estúdio da TVI.
Pois bem, este senhor comentador acha patético e até um atentado à liberdade das pessoas, a proibição de se fumar em cafés, bares, discotecas, hospitais, restaurantes, repartições públicas, etc., pois é-lhe retirado um bem muito precioso e um prazer onde quase se atinge o nirvana, o facto de não se poder fumar num local como um restaurante e até num hospital.
Mesmo aqui, Miguel Sousa Tavares, acha intolerável que numa situaçãograve de doença de um familiar, não seja permitido fumar no hospital, pois os familiares se encontram num nervosismo e stress intensos e não podem descomprimir ali com um cigarrito. Será que os hospitais não têm saídas para o exterior?!
Mas, na minha opinião, o climax destas declarações foi atingido quando interpelado por Lurdes Baeta sobre se acha bem quando os pais vão com os seus filhos ao restaurante, estes sejam obrigados a levar com o fumo do tabaco, Miguel Sousa Tavares defende que as crianças é que deviam lá não estar. Em vez de se proibirem os fumadores é preferível proibir as crianças de entrarem em restaurantes. Sobre estes, gostaria que fosse tomada a mesma medida que em Espanha, ou seja, seriam os proprietarios dos estabelecimentos a decidirem se queriam ou não que se fumasse lá. Porém esta medida está a ter resultados ineficazes.
Em suma, para Miguel Sousa Tavares é inconcebível que se proiba de fumar em certos locais, pois não deve achar que prejudiva a saúde e o bem-estar dos outros.
Ah, e a propósito das crianças nos restaurantes, ainda diz que considera uma falta de civismo e de respeito para com os outros levar os mais novos a jantar fora, pois são muito incomodativos.
Haja paciência para tanta incoerência.


publicado por rui_amaral às 13:53
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito

Quarta-feira, 9 de Maio de 2007
Jornais Ingleses: a mania da superioridade






Mais uma vez, os jornais ingleses vêm criticar algo que é feito em Portugal ou por portugueses.
Desta vez insurgem-se com a actuação da polícia portuguesa no caso do desparecimento de Madeleine. Madeleine é uma criança inglesa de praticamente 4 anos que desapareceu da casa dos pais, no Algarve, onde passavam férias.
As críticas, basicamente, remontam à eventual inoperância nas primeiras do desaparecimento de Madeleine e à escassa informação que é dada à comunicação social sobre os desenvolvimentos na investigação. É sabido que em Portugal, as leis e regulamentos são diferentes dos praticados em Inglaterra, e como tal acham estranho não se divulgarem informações sobre o caso.
Pois bem, será pela polícia portuguesa (PJ, GNR) ter mostrado, em diversos casos, resultados muito positivos?
Muito provavelmente será. Pois desde sempre, eles se habituaram a olhar para Portugal de cima. Acredito que a esmagadora maioria dos ingleses não se revê no que sai escrito nos jornais, sobre a polícia portuguesa. Mas a comunicação social inglesa tem sempre que arranjar um bode expiatório, para os casos mais mediáticos. Não nos esqueçamos de Cristiano Ronaldo e José Mourinho. Os melhores, jogador e treinador, de Inglaterra.
Mas o objectivo disto tudo passa por desviar as atenções dos pais de Madeleine, pois estes, como é evidente têm culpas no cartório.
Pois bem quando um país como Portugal apresenta resultados positivos em algumas situações, os outros tentam na primeira oportunidade destruí-los.
É a mania da superioridade.


publicado por rui_amaral às 15:00
link do post | comentar | favorito

Sarkozy: Curva apertada à direita

A França elegeu no passado domingo o candidato da direita Nicolas Sarkozy, como o 23º Presidente da República Francesa, com 53,06% dos votos. A segunda volta foi disputada por Ségolène Royal, a candidata da esquerda, que obteve 46,94%.
Mas o que representa esta vitória?
A vitória de Sarkozy espelha uma viragem ainda mais à direita na condução da actual França. Como objectivos, Sarko definiu a "elevação" da França novamente a uma potência europeia e mundial. Para isso, entre outras coisas, tenciona condicionar mais a imigração do Norte de África, cooperar com os Estados Unidos, relembrando que a amizade existente deve ser de mutúa cooperação. São alguns dos exemplos das políticas e bandeiras de Sarkozy.
Mas como já seria de esperar, as reacções a esta eleição estão a ser um tudo nada violentas e radicais, vindas, ao que tudo indica, de extremistas de esquerda.
Nada que seja demasiado inexpectável, pois foi Sarkozy que se dirigiu aos jovens delinquentes dos subúrbios de Paris, como escumalha. Algo que para quem proclama a cooperação entre todos deu um grande tropeção. Valendo-lhe até comparações a Jean-Marie Le Pen. O que não seria muito desproporcional.
Enfim, veremos se esta viragem ainda mais à direita, não representa uma curva muito apertada para a França.


publicado por rui_amaral às 12:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 8 de Maio de 2007
Política: Direita ou Esquerda











Na vida política assiste-se com frequência à divisão dos partidos em lados: direita ou esquerda. Nem todos, porém, conseguem definir um horizonte ou só de direita ou só de esquerda, os do centro. Mas desenganem-se aqueles que pensam que este tipo de partidos, por fazer jogadas pela esquerda e pela direita, conseguem ser os que melhores resultados práticos na condução do país obtém.

Em Portugal existem mais de 10 partidos políticos activos, exclusivamente políticos ou não. Destes só 6 têm assento no parlamento: PS, PSD, PCP, CDS, BE e PEV.

O PS (Partido Socialista) catalogado como de centro-esquerda, tem maioria absoluta na Assembleia da República com 121 deputados. Já constituiu vários governos, estando actualmente no poder, com o Primeiro Ministro José Sócrates.

O PSD (Partido Social Democrata) é um partido de centro-direita e é o maior partido da oposição, com 75 deputados no parlamento. Foi o último partido a governar antes do actual governo socialista.

O PCP (Partido Comunista Português) é um partido de esquerda. Definido como sendo um partido do proletariado e todos os trabalhadores, aparecendo muito ligado aos sindicatos. No parlamente detém 12 deputados.

O CDS (Centro Democrático Social) é um partido de direita. Constituído por democratas cristãos, conservadores e liberais clássicos. Tem entrado em algumas coligações com o PS e o PSD. No parlamento detém 12 deputados.

O BE (Bloco de Esquerda) é uma força política de esquerda, com tendências anarquistas. É um partido como formação recente (1999). Actualmente tem 8 deputados na Assembleia.

O PEV (Partido Ecologista "Os Verdes") é um partido de esquerda, tendo chegado a fazer coligações com o PCP. Importante nas intervenções a nível ambiental e ecológico. Reduzida expressão parlamentar com apenas 2 deputados.


Nos 30 anos da democracia em Portugal temos assistido a uma flutuação entre o PS e o PSD na liderança dos governos e na presidência da República. Demonstrando assim a divisão nacional entre a direita e a esquerda.
E assim vai o país, optando pelo Centro...


publicado por rui_amaral às 15:08
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

eu
Concordo Plenamente
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar" Helena Vaz da Silva
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Ele há coisas...

Solução para a falta de á...

Internet: Reflexão (II)

Internet: Reflexão

Ambiente Musical

Tributo a José Rodrigues ...

Lentamente

Não sei se rie, não sei s...

Quis saber quem sou

Prisões sub-21

arquivos

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Perdidos
Free Web Site Counter
Free Counter
subscrever feeds