Torna-se necessário alterar, modificar e melhorar a sociedade. É preciso renovar opiniões e ideias. Pois vivemos em constante mudança. É preciso que haja A Revolta das Ideias. Ah e não se esqueçam que os vossos comentários são muito importantes
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007
A propósito do Movimento Verde Eufémia

 

Certamente já devem ter ouvido falar deste movimento, pudera.

Pois bem o Movimento Verde Eufémia consta que foi criado exclusivamente para destruir um hectare de milho transgénico no Algarve, nomeadamente na Herdade da Lameira em Silves.

Foi a 17 de Agosto que cerca de 140 pessoas decidiram entrar na referida herdade, propriedade privada, e começar a destruir, arrancando os pés de milho transgénico que tanta impressão lhes faz.

Evidentemente, e disso a ciência faz facto, os transgénicos ou organismos geneticamente modificados são prejudiciais à saúde, alteram a normal e natural evolução das espécies, entre outras contra-indicações. Pois muito bem, que se combata e lute contra eles, que se façam campanhas, que se divulgue, mas sobretudo não se repitam situações destas, em que o visado seja um pequeno agricultor, que por sinal não estava a fazer nada de ilegal.

Para mim este acto de "ecoterrorismo soft" (expressão do ministro da Administração Interna, Rui Pereira), revela a falta de cuidado, para não dizer falta de inteligência, por parte das organizações que estiveram por trás deste movimento. Pois a principal consequência desta acção, desengane-se quem pense que foi falar dos transgénicos e das seus prejudiciais efeitos, foi, isso sim, a destruição do milheiral e a situação em que se encontra agora o agricultor.

A propósito disto, Ricaro Araújo Pereira, no seu artigo de opinião, Boca do Inferno, da Visão diz o seguinte: "O certo é que o campo de milho daquele agricultor era legal. Nessa medida, protestar contra os transgénicos destruindo a plantação de um desgraçado é tão inteligente como ir a uma estrebaria espancar uma mula."

Assino por baixo.



publicado por rui_amaral às 14:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sexta-feira, 24 de Agosto de 2007
Um pequeno retrato social (actualizado)

Só neste país

 

 

Unamo-nos
nós somos os famosos anónimos
mesmo assim já cumprimos os mínimos
somos todos únicos
que mais vão querer de nós
para provar

quem vai à frente
ou fica atrás

Se é por
ir estabelecer um novo recorde
compremos o Guinness
ao preço que for
e fica o assunto homologado
e sai espumantes
às vezes dá pra um banquete
ou dele as sandes

Sempre
complicamos a coisa mais simples
e simplificamos a complicada
sai em rajada
o tiro pela culatra
às vezes mata
às vezes ressurreição
foi de raspão

Só neste país
É que se diz
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país

São muitos séculos em morna ebulição
a transitar entre o granizo e a combustão
e um qualquer hino
p'ra qualquer situação
a pessimista, a optimista...
e vai abaixo e vai acima
e vai abaixo, e vai acima
(e agora a rima):

Portugal

é nosso p'ro bem e p'ro mal

E o mal que está bem
e o bem que está mal
e o bem que está bem

Juro
p'lo fado
p'lo baile

e p'lo kuduro
que este país 'inda tem futuro
é verde e maduro
como a fruta, às vezes brota
às vezes, consternação
secou no chão

Por isso unamo-nos
nós somos os famosos anónimos
mesmo assim já cumprimos os mínimos
somos todos únicos
que mais vão querer de nós
para provar
quem vai à frente
ou fica atrás...

Só neste país
É que se diz:
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país

 

Portugal

é nosso p'ro bem e p'ro mal



publicado por rui_amaral às 19:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007
Encosta-te a mim - Jorge palma

 

Para dedicar a todos os meus amigos e a uma pessoa em especial, CN.

Por todos os momentos passados, presentes e que venham grandes momentos futuros.

Com as férias, assimilamos com uns, e perdemos contacto (geográfica e fisicamente) com outros. Mas é para todos que dedico esta música.

 

P.S. Em fase de retrocesso memorial até aos confins dos bons tempos, até agora passados.


sinto-me: Nostálgico

publicado por rui_amaral às 01:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 18 de Agosto de 2007
Evan: O Todo Poderoso

 

Vi este filme há pouco tempo e sinceramente esperava mais.

Uma éspecie de continuação do Bruce, só que agora com o pivot, Evan Baxter (Steve Carell), que virou um congressista com relativo sucesso. Quando se muda, com a sua família, para uma nova casa numa zona mais recata, mas nem por isso menos supérflua, é que começa a sua verdadeira aventura como Noé.

Deus (Morgen Freeman) é que o incumbe dessa aventura, ordenando-lhe que construa uma arca. Será em torno desta arca e dos problemas que levam à sua construção que este filme se baseia.

A nível de comédia classifico-o como decepcionante, alternando entre rasgos (mto poucos) de bom humor e um humor infantil e bastante arcaico, nomeadamente quando se encontra a construir a arca.

No entanto deu para sorrir.

Vejam o trailer e, apesar da minha decepção, vejam o filme também.

 



publicado por rui_amaral às 11:28
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2007
3 Grandes Vozes: Lily Allen, Amy Winehouse e Feist

Como não só de música portuguesa vive o Homem, literalmente, decidi, não dar a conhecer, mas publicitar, ou mesmo felicitar, três grandes artistas, que têm em comum o facto de serem detentoras de uma grande voz. E isto não é subjectivo, é facto.

Apesar de não ter nenhum albúm de nenhuma delas, gostei de ouvir as suas músicas e as suas vozes e portanto decidi dedicar-lhes alguma atenção (no blog, claro, coisas mais íntimas, nao divulgo, lol). São de um mesmo tipo de música, que embora ache piada, não acompanho muito. E isto não é objectivo, é gosto.

 

Lily Allen, inglesa, 22 anos

 Smile

 

LDN 

 

Amy Winehouse, inglesa, 23 anos

Rehab

 

Back to Back

 

Feist, canadiana, 31 anos

My Moon My Man

 

Mushaboom

 

E agora, de qual gostaram mais?



publicado por rui_amaral às 23:49
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 7 de Agosto de 2007
Desafio

Pois bem, a Marta Santos decidiu fazer-me um desafio. (não sabes com quem te meteste! lol)

O desafio passa por:

  1. Peguem no livro mais próximo.
  2. Abram-no na página 161.
  3. Procurem a 5ª frase completa.
  4. Coloquem a frase no blog.
  5. Não vale escolher a melhor frase nem o melhor livro (usem OBRIGATORIAMENTE o mais próximo).
  6. Finalmente passem o desafio a cinco pessoas.

Pois bem, não me fiz rogado e o resultado foi, honestamente este:

 

"Elas podem ser anuladas, agravadas ou aperfeiçoadas numa das novas existências e, por fim, apagadas"

in "Religião: Tudo o que é preciso saber"  de Karl-Heinz Ohlig

 

Desde já, se vos apetecer fazer, passo o desafio a,:

  • Papoila
  • Foryou
  • GMSMC
  • nofimdoarcoiris
  • zetrolha

Por fim agradeço à Marta Santos o desafio e mts bjs.



publicado por rui_amaral às 02:23
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

eu
Concordo Plenamente
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar" Helena Vaz da Silva
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Ele há coisas...

Solução para a falta de á...

Internet: Reflexão (II)

Internet: Reflexão

Ambiente Musical

Tributo a José Rodrigues ...

Lentamente

Não sei se rie, não sei s...

Quis saber quem sou

Prisões sub-21

arquivos

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Perdidos
Free Web Site Counter
Free Counter
subscrever feeds